quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Usos e Costumes da Assembléia de Deus

Usos e Costumes defendidos pela Assembléia de Deus, Ministério Belém
.
A 22ª Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil, reunida na cidade de Santo André, definiu 8 princípios, que posteriormente, em 16 de agosto de 1999, passaram a ser 6 e foram reeditados para o que chamaram de “linguagem atualizada”.
.
Começo chamando sua atenção para o tom machista destes princípios que podem ser observados pela quantidade de 1 proibição para os homens contra mais de 4 para as mulheres.
Seguem com comentários:
.
ANTES - 1. Uso de cabelos crescidos, pelos membros do sexo masculino;
ATUAL - 1. Ter os homens cabelos crescidos (1 Co 11.14), bem como fazer cortes extravagantes;

COMENTÁRIO

A desonra a que Paulo se refere é cultural e não espiritual. Se não for assim, os nazireus seriam um grupo que colocaria a palavra do Senhor dita a Moisés (Nm 6.1-8) em descrédito.
Também não uso e nem admiro cabelos compridos em homens, mas transformar isto em dogma, é tornar a palavra de Deus incoerente.
.
ANTES - 2. Uso de traje masculino, por parte dos membros ou congregados, do sexo feminino;
ATUAL -2. As mulheres usarem roupas que são peculiares aos homens e vestimentas indecentes e indecorosas, ou sem modéstias (1 Tm 2.9, 10);

COMENTÁRIO
Com relação a “mulheres usarem roupas peculiares aos homens” sabemos que estão se referindo ao texto de Dt 22.5, sabemos também que estão se referindo às calças.
A mulher não pode usar calça comprida?
O único texto bíblico que fala sobre roupa de homem e de mulher, que contém uma proibição, e que os pregadores de "doutrinas" usam muito, está no Antigo Testamento, em Dt 22.5, e diz o seguinte: "Não haverá trajo de homem na mulher, e não vestirá o homem vestido de mulher; porque qualquer que faz isto abominação é ao SENHOR, teu Deus".
Leia de novo este versículo e responda: Onde está falando de calça comprida? Em nenhum lugar. E nem poderia, porque este versículo foi escrito por Moisés em 1405 a.C. e, naquela época, não existia calça comprida. A calça comprida só surgiu na França, no final do século 19. Então, do que o versículo acima está falando? Ele está falando de vestido. Porque, NAQUELA ÉPOCA, TANTO HOMENS COMO MULHERES USAVAM VESTIDOS! O próprio Senhor Jesus usava vestido (Jo 19:23-4) e mesmo depois de glorificado, Jesus é descrito por João como "vestido até aos pés de um vestido comprido" (Ap 1.13). Então, substitua a palavra "trajo" por "vestido" e você terá: "Não haverá vestido de homem na mulher e não vestirá o homem vestido de mulher; porque qualquer que faz isto abominação é ao SENHOR, teu Deus".
Mas o Livro de Apocalipse nos revela que, no futuro, os salvos usarão vestidos (Ap 7.9-12). Que o próprio Deus mandará vestir os mártires de vestidos (Ap 6.9-11). Ora, Deus não iria vestir os salvos com abominação então, abominação é a troca de roupa entre os sexos; é o homem se vestindo para passar por mulher e a mulher se vestindo para passar por homem. É o homossexualismo. Assim como, nos costumes bíblicos, há diferença entre o vestido usado pelo homem e o vestido usado pela mulher, assim também, nos dias de hoje, há diferença entre a calça comprida usada pelo homem e a calça comprida usada pela mulher . Apesar de parecidas, não são iguais. Usar calça comprida não é abominação para a mulher, porque o seu modelo é feminino e a mulher não está querendo se passar por homem. Na Escócia os homens usam saias e na África eles usam vestidos e não é por causa disto que os cristãos escoceses e africanos irão para o inferno. Compreendeu a diferença? Cada época e país tem a sua cultura. Se fosse para nos vestimos conforme os costumes bíblicos, então todos os pregadores de doutrina de roupas estão fora da "doutrina" e deveriam andar de vestidos, pois ternos e gravatas não existiam naquela época. Procure trajar-se com modéstia e decência, servindo ao Senhor com santidade no seu coração. Leia 1Sm 16.7. E lembre-se: você não é salvo por causa da roupa que usa, mas porque Jesus Cristo verteu o Seu sangue santo e precioso na cruz do Calvário!




A ilustração acima pertence ao livro publicado pela CPAD – Casa Publicadora das Assembléias de Deus, intitulado “Manual Bíblico do Estudante” Editado por Walter A. Elwell.
Repare na sutil diferença entre o traje masculino e feminino.



Repare também na sutil diferença entre a roupa da irmã Wanda e a roupa dos demais senhores na foto ao lado.
O que a elegante irmã Wanda está usando é um Tailleur (lê-se Taiêr) que nada mais é do que um terno desenhado para mulheres. Ou seja há terno masculino e há terno feminino que são muito apreciados pelas senhoras que freqüentam os cultos da Assembléia de Deus sem serem criticadas pelos pastores.
Da mesma forma há camisa masculina e camisa feminina; camisetas são unisex; Mas o alvo das atenções são as calças. Tem muitas calças que homem nenhum usaria, e porque? Ora, porque são calças femininas.

Quanto a “vestimentas indecentes e indecorosas, ou sem modéstias” é chover no molhado, afinal estamos nos referindo a crentes.
.
ANTES - 3. Uso de pinturas nos olhos, unhas e outros órgãos da face;
ATUAL -3. Uso exagerado de pintura e maquiagem - unhas, tatuagens e cabelos- (Lv 19.28; 2 Rs 9.30);

COMENTÁRIO

Aqui houve uma grande mudança. Repare que antes as irmãs não podiam se maquiar, mas agora, dizem apenas que não devem exagerar, não dizem que não podem se maquiar.




Prova disso é a irmã Wanda (esposa do pastor José Welington), ela tinge o cabelo.
Para muitos pastores da referida denominação, mulheres que assim procedem não são santas, não irão para o céu, são comparadas a Jesabel. Será a irmã Wanda uma exceção?
Você já viu alguma vez a irmã Wanda de cabelo solto? Ora se o cabelo é para ser usado como véu, perde totalmente a característica de véu quando é preso, ficando tão curto quanto um corte de cabelo masculino. Mas é também a estratégia usada por muitas irmãs para que ninguém perceba que elas cortam o cabelo.
Outra personagem feminina de destaque que não poupa maquiagem e cortes de cabelo é Carla Ribas, apresentadora do programa de televisão “Movimento Pentecostal” da Assembléia de Deus aos sábados.
Nesse programa é notória a maquiagem a que o pastor José Welington tem que se submeter para aparecer diante das câmeras. Ossos do ofício?
O pecado de Jezabel era a idolatria e não a pintura. A prostituição de Jesabel era a idolatria (Ap 2.20-1). O que a Bíblia condena é a vaidade, tanto da mulher como do homem. A Bíblia chama muitas coisas de vaidade. Exemplos: Os deuses das nações são vaidade (2Cr 16), O pensamento e a vida do Homem (Sl 94.11 e 144.4), A juventude (Ec 11.10), As falsas profecias (Jr 14.14). Portanto, tudo o que é feito por vaidade é condenável.
.
ANTES - 4. Corte de cabelos, por parte das irmãs (membros ou congregados);
ATUAL -4. Uso de cabelos curtos em detrimento da recomendação bíblica (1 Co 11.6, 15);

COMENTÁRIO

Aqui houve uma grande mudança. Repare que antes as irmãs não podiam cortar o cabelo, mas agora, dizem apenas que o cabelo não pode ficar curto, não dizem mais que não pode ser cortado.
É um tanto de falta de informação e conhecimento da cultura bíblica. Para os coríntios o cabelo (que era dado em lugar do véu), é sinônimo de santidade e honra, mas o mesmo véu em Gênesis é usado como disfarce para Tamar (nora de Judá) passar-se como uma prostituta (Gn 38:14-15). Como entender isso, se não levarmos em conta os costumes da época e seus valores históricos? quando um pregador ignora isso acaba pregando incoerências.
Saiba de uma coisa minha irmã, nada é maior do que o sacrifício de cristo na cruz do calvário, o cabelo; o véu; nada disso pode anular o amor de deus pelas mulheres. Saiba que o tamanho do seu cabelo não muda a graça de Deus.
Como já comentado anteriormente no item 1, o texto de coríntios não se atrela à salvação é apenas uma questão cultural que não se aplica aos nossos dias e nem à nossa sociedade onde o véu e os cabelos compridos já não possuem a mesma significação daqueles dias.
Veja que Paulo fala de honra e não de Salvação. A mulher não depende do tamanho do cabelo para ser salva. Releia o que Paulo escreveu e você vai ver que ele diz apenas que "lhe é honroso ter o cabelos crescido". Crescido até quanto? Ele não determina o tamanho e nem diz que a mulher cristã nunca mais pudesse cortar o cabelo.
.
ANTES - 5. Sobrancelhas alteradas;
COMENTÁRIO

Aqui houve uma grande mudança. Este item sumiu.
É muita cara de pau fazer regras sobre o cuidado com as sobrancelhas e nada dizer sobre bigode que vários pastores ostentam orgulhosos.
.
ANTES - 6. Uso de mini-saias e outras roupas contrárias ao bom testemunho da vida cristã;
ATUAL -Os itens 2 e 6 foram colocados num mesmo item, pois se trata de um mesmo assunto

COMENTÁRIO
Já comentado no item 2
.
ANTES - 7. Uso de aparelho de televisão – convindo abster-se, tendo em vista a má qualidade da maioria dos seus programas; abstenção essa que justifica, inclusive, por conduzir a eventuais problemas de saúde;
ATUAL -5. Mal uso dos meios de comunicação: televisão, Internet, rádio, telefone (1 Co 6.12; Fp 4.8).

COMENTÁRIO

Você deve conhecer várias pessoas, inclusive pastores, que até hoje proíbem seus filhos de assistirem televisão.
Eles não sabem que esse dogma só valia enquanto a Assembléia de Deus não tinha um programa na TV. Provavelmente o uso de internet ainda seria proibido se a referida denominação ainda não tivesse acesso a esta mídia.
.
ANTES - 8. Uso de bebidas alcoólicas.
ATUAL -6. Uso de bebidas alcoólicas e embriagantes (Pv 20.1; 26.31; 1 Co 6.10; Ef. 5.18).

COMENTÁRIO

Há remédios que embriagam e tem efeito narcótico. Mais uma vez o problema está no excesso; no mau uso; no exagero.
Como eu disse antes, estou tratando com pessoas crentes .
.
.
.
PARA PENSAR

Se insistem em trazer para os dias atuais o que era praticado na cultura dos tempos de Paulo, porque as Assembléias de Deus não praticam o ósculo santo? Porque em algumas culturas homem beijar homem é indecoroso, enquanto em outras, como na rússia seria perfeitamente aceitável.
.
DOUTRINA DE HOMENS NÃO SALVA. MAS, COM CERTEZA, MANDA PARA O INFERNO.

Todo esforço que o homem faz para merecer a salvação é uma Doutrina de Homens. Há milhares de anos o Homem vem buscando a salvação através do seu próprio merecimento. Mesmo nos dias atuais, havendo já a revelação completa de Deus para Salvação da Humanidade, existem bilhões de pessoas que querem merecer a salvação e por isso se autoflagelam para perdão de seus pecados, sobem escadarias de joelhos, carregam cruzes por quilômetros, tentam ser "boazinhas" para serem salvas, observam rígida moral de conduta e assim por diante.
Diferente da doutrina dos Homens, a doutrina de Deus para a Salvação é tão simples que o ser humano não consegue acreditar. Ela diz o seguinte: "Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós; é dom Deus. Não vem de obras para que ninguém se glorie"(Efésios 2.8-9).
Mesmo entre o povo cristão há um grande número de pessoas que aceitaram o Dom de Deus como Salvador (Jesus) mas ainda não se libertaram do conceito humano de "merecer a salvação" e por isso se tornaram presas de doutrinas de homens e fazem uma série de sacrifícios, levando uma vida cristã triste e sobrecarregada, achando que, com isto, estão servindo a Deus. Principalmente os novos convertidos, por um sincero desejo de santificação, são presas fáceis dos "Doutrinadores", que os sobrecarregam com uma série de ordenanças.
Paulo, alertando a Igreja Cristã contra as doutrinas dos Homens, escreveu: “Tende cuidado, para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo;
Se, pois, estais mortos com Cristo quanto aos rudimentos do mundo, por que vos carregam ainda de ordenanças, como se vivêsseis no mundo, tais como: Não toques, não proves, não manuseies?As quais coisas todas perecem pelo uso, segundo os preceitos e doutrinas dos homens;” (Colossences 2.8;20-22).
Aprenda a distinguir, com base na Palavra de Deus, o que é doutrina de Homens e, através da Verdade, livrar-se de todo o jugo humano.
Jesus disse: "Conhecereis a Verdade e a Verdade vos libertará" (João 8.32).
.
CRISTO NOS LIBERTOU PARA QUE SEJAMOS DE FATO LIVRES

“Estai, pois, firmes na liberdade com que Cristo nos libertou, e não torneis a colocar-vos debaixo do jugo da servidão. Eis que eu, Paulo, vos digo que, se vos deixardes circuncidar, Cristo de nada vos aproveitará.” (Gl 5.1,2)
“Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade. Não useis então da liberdade para dar ocasião à carne, mas servi-vos uns aos outros pelo amor.” (Gl 5.13)
Podemos escolher viver como se ainda estivéssemos debaixo da lei e nos privar da liberdade que Cristo comprou para nós na cruz . Podemos também ir para o outro extremo , a libertinagem.
Tanto o legalismo quanto a libertinagem levam à escravidão que só pode ser solucionada por meio do arrependimento e da fé em Deus.
Ou seja : temos liberdade para viver a vida cristã e não liberdade para viver no pecado.
.
.
Quero encerrar com as Palavras do Pr. José Wellington Bezerra da Costa, Presidente da Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil, e com a posição da CGADB - Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil
.




"TEMPO DE MUDANÇAS - Alguns líderes resolveram determinar , por alta recreação aos seus fiéis , suas próprias leis e costumes , ou seja , determinam a questão do certo e errado , como se tal autoridade tivessem , esquecendo-se que a salvação é de Deus , e que é Sua Palavra que limita as condições para irmos aos Céus . É perigoso desprezar a autoridade da Palavra de Deus ! "
Publicado em Fev 2002 no Jornal Mensageiro da Paz , pg. 2
.
.
.
.
.
A POSIÇÃO DA CGADB - CONVENÇÃO GERAL DAS ASSEMBLÉIAS DE DEUS NO BRASIL
Divulgado no site da CGADB - Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil
.
Muitos irmãos, membros há anos da Assembléia de Deus, Ministério Belém, não conhecem quais são os Usos e Costumes defendidos por esta denominação. Talvez porque não haja interesse dos pastores em divulgar. Se desejar, o texto está no site da CGADB, transcrevo aqui algumas frases para destacar alguns trechos os quais sublinhei:
.
“. . . Quando afirmamos que temos as nossas tradições, não estamos com isso dizendo que os nossos usos e costumes tenham a mesma autoridade da Palavra de Deus, mas que são bons costumes que devem ser respeitados por questão de identidade de nossa igreja. . .”
.
“Não é biblicamente correto usar doutrina e costume como se fosse a mesma coisa. O costume é “Prática habitual. Modo de proceder. Jurisprudência baseada em uso; modo vulgar; particulariedade; moda; trajo característico, procedimento; modo de viver”. Os costumes visto pela ótica cristã, são linhas recomendáveis de comportamento. Estão ligados ao bom testemunho do crente perante o mundo. Estão colocados no contexto temporal, não estão comprometidos diretamente com a salvação.Os costumes em si são sociais, humanos, regionais e temporais, porque ocorrem na esfera humana, sendo inúmeros deles gerados e influenciados pelas etnias, etariedade, tradições, crendices, individualismo, humanismo, estrangeirismo e ignorância.”
.
“Cristianismo é religião de liberdade no Espírito e não um conjunto de regras e de ritos. Acrescentar algo mais que a fé em Jesus como condição para salvação é heresia e desvio da fé cristã (Gl 5.1-4). Mas, ir além da liberdade cristã, extrapolando os limites é libertinagem (Gl 5.13).”
.
“Quando os gentios de Antioquia se converteram à fé cristã a igreja de Jerusalém enviou Barnabé para discipular aqueles novos crentes (At 11.20-22). Ele Entendia que os costumes só devem ser mantidos quando necessários, pois ensinar costumes, culturas e tradições como condição para salvação, é heresia e caracteriza seita.”
.
“Os judeus não eram mais crentes do que os gentios por causa dos seus costumes e nem consideravam os gentios menos crentes do que eles. Pedro pregava aos judeus o “evangelho de circuncisão”, enquanto Paulo o da “incircuncisão”, ou seja, Pedro pregava aos judeus e Paulo aos gentios (Gl 2.7-9). Não se trata de dois evangelhos, mas de um só evangelho, apresentado de forma diferente. Isso é muito importante porque as convicções religiosas são pessoais e o apóstolo Paulo respeitava essas coisas. Havia os irmãos que achavam que devia guardar dias e se abster de certos alimentos, outros consideravam iguais todos os dias e comiam de tudo (Rm 14.1-8). Ele não procurou persuadir a ninguém dessa ou da outra maneira.Diante disso, aprendemos que nenhum pastor deve persuadir o crente para deixar de observar os costumes da igreja. Isso é algo de foro íntimo. Da mesma forma, um não deve criticar o outro, porque o que ambos fazem é para Deus, além disso, o apóstolo via que se tratava de uma questão cultural (Rm 14.6-10). Proibições sem a devida fundamentação, principalmente bíblica, é fanatismo. Quem faz de sua religião o seu Deus não terá Deus para sua religião.Isso nos mostra que o nossos costumes não são condição para a salvação, eles devem ser mantidos para a preservação de nossa identidade como denominação. Não devemos criticar os outros e nem forçar ninguém a crer contra suas próprias convicções religiosas.”

15 comentários:

  1. Irmãos, não quero que me achem ignorante acerca do que vou dizer: Os usos e costumes podem ser não bíblico, porém é o que sempre fez e faz diferença na igreja de Cristo! Desde o princípio em que Gunnar V. e Daniel B. atravessaram os oceanos para trazer um evangelho diferente e de salvação, porém a mentalidade humana vem distorcendo a cada dia aquilo que era costume e tradição no meio da igreja, mesmo que não seja bíblico era referência de cristão que se diferenciava com o mundo. É por isso que dentro das nossas igrejas existem infiltrações de pessoas que associam ao ocultismo, adoradores de deus Sol, políticas, falsos doutores, falsos mestres, porque não temos os bons costumes que nos faz diferentes deste mundo. Sendo que tudo é aceito no nosso meio, não há transformação e não mudança para uma igreja que aguarda o arrebatamento. Estão pregando outro evangelho, não aquele que o Senhor ensinou. Maranta, Jesus vem!
    p.s: eu sou servo inútil, simplesmente um jumentinho que não quer reconhecimento de homem, mas que carrega sobre seus ombros a responsabilidade da palavra de Deus, e que o Senhor seja glorificado. Não o meu eu. Amém!
    Márcio R.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. muito bem irmão, parabéns concordo plenamente com vc.

      Excluir
  2. A igreja deve ser vista e reconhecida como uma ilha no oceano da lama e da podridão que é o mundo. As pessoas que estão na igreja precisam ser diferentes das demais pessoas do mundo.
    Temos que ser diferente do mundo será que ninguém atentou para a conversa de Jesus com Nicodemos,Jesus respondeu, e disse-lhe: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus.
    tem muitas Denominações que não dão ouvidos e não entenderam oque é nascer de novo e lutam para mudar a doutrina das Assembleias de Deus.
    O mundo anseia por amor sincero, por atenção e compreensão, por uma palavra de estímulo. Todos somos carentes de carinho, de amor e de compreensão.
    Mas as pessoas que estão nas igrejas evangélicas continuam adotando o mesmo comportamento de quando ainda não pertenciam à igreja. E isso precisa mudar. Precisam se tornar "sal da terra". O cristão precisa ser reconhecido como tal. As pessoas do mundo precisam ver nele um olhar diferente, um leve e contínuo sorriso em seu rosto, uma força extraordinária para enfrentar os reveses da vida. Isso é ser "sal da terra".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A maior diferença que o crente pode ter do mundo é Jesus Cristo... Acredite. O mundo já copiou nossas roupas nossos estilos nossa linguagem, e nós por vivermos nele, vestimos e comemos dele... Mas Jesus Cristo é o diferencial imutável... vista duas mulheres como crente e descobrirás qual é a verdadeira sem ver a aparecia.

      Excluir
  3. Percebi que nos comentários feitos com relação as atualizações de uso e costumes da nossa igreja, são rejeitados por alguns que ainda insistem em permanecer seguindo as ordens dos homens, doutrinas criadas para mostrar poder, isso não justifica, temos que saber que nossa missão é salvar almas, e perdemos muitas por essa doutrina, porque percebo que algumas igrejas se preocupam mais com as roupas e maquiagem dos seus membros, do que com o que elas realmente necessitam, alimentar-se espiritualmente, sem fardo, é que agindo assim os novos convertidos não sairão da Igreja por sentir-se sufocados por exigências e cobranças que não salvam nenhuma alma, eles sabem disso, está escrito nas escrituras o que realmente salva são os atos e o amor do coração, então devemos deixarmos esses irmãos mudarem naturalmente, todos aprendem o que é excesso e o que está perturbando seu coração, os Pregadores tem que saber que aos irmãos tem consciência e também estudam e podem compreender a palavra de Deus, se isso não acontecer não teria sentido os ensinamentos, assim teremos mas almas salvas. Deixamos de exigir o que não está na palavra de Deus só por orgulho do homem, sejamos um ícone e não uma muro.
    Que a paz do Senhor estejam com todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A maior diferença que o crente pode ter do mundo é Jesus Cristo... Acredite. O mundo já copiou nossas roupas nossos estilos nossa linguagem, e nós por vivermos nele, vestimos e comemos dele... Mas Jesus Cristo é o diferencial imutável... vista duas mulheres como crente e descobrirás qual é a verdadeira sem ver a aparecia.

      Excluir
  4. a sua ignorância do autor é de uma magnitude incalculável! Afinal qual é o seu problema com usos e costumes? você gosta de viver como todos vivem ser como todos são ?

    ResponderExcluir
  5. EXISTEM OS COSTUMES DE DEUS (OS BONS COSTUMES) E OS COSTUMES DO DIABO (OS MAUS COSTUMES). NÃO IMPORTA A POSIÇÃO QUE OCUPA NA IGREJA, PORQUE SE QUEREM SERVIR A DEUS DE TODA MANEIRA NÃO SUBIRÁ, POIS NEM TODOS QUE DIZ SENHOR, SENHOR NÃO ENTRARÁ NO REINO DO CÉU.É A PALAVRA DE DEUS QUE DIZ.

    MACIEL

    ResponderExcluir
  6. Nós que sejamos servos de DEUS convertidos e não convencidos sejamos simples ao vestir dando honra a DEUS NO PORTE MASCULINO para conversarmos com juiz devemos ir de social e falar com os REIS DOS REIS mulheres trajes descentes ha sensualidade de vestidos e calças compridas pois as mesmas expoe toda a sua sensualidade Pedimos a DEUS misericordia para os lideres evangélicos ensinar e doutrina a AMADA IGREJA DE JESUS CRISTO DEUS VOS ABENÇOE A TODOS
    ir. WESLEI BARROS-BOUCATU-SP

    ResponderExcluir
  7. A paz do Senhor jesus,os esclarecimentos foram de muita valia. Precisamos cada dia mais que sejamos ensinados,para que a igreja cresça na graça e no conhencimento sem ferir os membros obrigado.

    ResponderExcluir
  8. vejo que o assunto é polemico, porém a palavra nos esclarece, qto Det.22 :5 nos fala da conduta do homen ou a mulher querer se passar por aquilo que não são ou seja: homessexualismo e lebianismo isto é abominação ao Senhor, mais a palavra condena a sensualidade, foi por isto que foi ordenado ao homen usar uma especie de calção para que suas vergonhas não aparecessem ao subir ao altar, nenhuma mulher vai querer vestir uma calça que não mostre a sua silhueta pois ela não estaria deacordo com o que a cultura dita sendo assim o objetivo da moda é chamar a atenção do corpo fazendo muitos a desejarem e nisto que Deus condena, pois ele se refere as vestes de prostitutas que o seu povo não deveria vestir pessoas estas que vendiam o seu corpo e para isto tinham que se vestir de forma que fossem indentificadas para os fins, porém eu pergunto: o que são vestes de prostitutas hoje? já que muitos se vestem sem pudor, porém não estão vendendo o seu corpo, não podemos chama-las de prostitutas, sendo que temos quer ter o bom senso, e isto esta faltando, pois vestes grudadas no corpo seja saia ou calça leva as a pecarem em suas imaginações sendo assim quem usa faz pecar e quem se deixa se levar peca, pois se com os teus olhos olhaste com desejo impuro adulterastes, quem entende um pingo é letra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Graça e paz ! O desejo do meu coração era que os líderes da AD reconhecessem essa verdade dita por você com base bíblica,porque eles não fazem? Que prazer é esse em sobrecarregar alguém? já basta o pecado que está nos rodeando todo dia ,nos fazendo tirar força da fraqueza para não pecarmos contra Deus e ainda temos que nos sujeitar ao acréscimo de coisas inventadas.Isso é sério,confunde a cabeça e nos torna até amargos ás vezes. Que bênção uma pessoa esclarecida ,esclarecendo o que era dever dos líderes da igreja,mas eles não o fazem e tenho certeza que teu conhecimento também é deles.Lamento enquanto mulher cristã . Bênçãos de Deus na tua vida.

      Excluir
  9. lanço uma pergunta, em que categoria encaixa-se a gravata, abrigar do sol, do frio sendo utensílio útil ou um mero adereço, uma vaidade masculina?

    ResponderExcluir
  10. bom, não tenho nada contra o uso ou não uso da gravata, mas no mundo secular , a maioria que usa são autoridades.
    Bom se somos autoridades , pelo menos deveriam os ministros da casa do Senhor utiliza-las, é o que penso, mas não como forma de obrigar a todos usarem.
    Pelo que vejo a Assembleia de Deus , não obriga o uso aos membros, mas sim aos seus ministros, principalmente quando vão ministrar. DEUS SEJA LOUVADO.

    ResponderExcluir